magic school

confesso que sou um bocadinho desiludida com o ensino português :-(

recreios de borracha para proteger não sei do quê, trabalhos, trabalhos e trabalhos, testes desde a primeira classe e na minha opinião uma necessidade de formatar os alunos todos da mesma forma (idealmente para serem doutores e engenheiros) deixando pouco espaço para a brincadeira livre, para as artes e para serem eles mesmos!

felizmente a escola dos meus filhos é "diferente", o ensino não é português, não há trabalhos de casa, nem notas, nem testes até ao 6ºano. Os alunos são sim avaliados mas sempre na presença do professor dos pais e deles próprios (por respeito ao aluno, ele participa na sua avaliação)  

E brincam muito mas mesmo muito, porque a brincar aprende-se o mundo e tudo mais. vão para o recreio mesmo a chover, saltam nas poças de água, andam de skate, têm aulas na praia,  fazem bolos de lama, as turmas são de idades variadas (os mais velhos ajudam os mais novos) e são felizes porque a escola tem de ser um sítio mágico!

é verdade que é um enorme esforço mensal que fazemos mas acredito que compensa porque a magia é essencial a todos, ajuda a formar pessoas gratas e de coração grande, tenho pena é que o ensino português esteja cada vez mais longe de ser mágico...

não resisto a juntar imagens deles na escola :-)